Entenda o que é agiotagem e como essa prática funciona

Muitos de nós já enfrentamos momentos de dificuldade financeira, nos quais pode faltar dinheiro para quitar dívidas ou suprir necessidades básicas. Alguns recorrem à ajuda de familiares ou fazem uso do cartão de crédito.

No entanto, há aqueles que, sem essas opções disponíveis, acabam recorrendo aos agiotas como último recurso.

O que muitos desconhecem é que essa prática é ilegal e está longe de ser a melhor saída para resolver problemas financeiros. A seguir, vamos entender mais sobre o que é um agiota e como recorrer a esses indivíduos pode trazer problemas contínuos.

O que é agiotagem?

Agiotagem é o ato de emprestar dinheiro a outras pessoas com a cobrança de juros excessivos e acima do permitido por lei, sem possuir uma empresa legalizada para esse fim. Em outras palavras, trata-se de pessoas que operam à margem da lei e, em muitos casos, cometem crimes.

A Lei 1.521, que trata dos crimes contra a economia popular, esclarece alguns pontos sobre esse delito:

Art. 4º. Constitui crime da mesma natureza a usura pecuniária ou real, considerando-se:

a) a cobrança de juros, comissões ou descontos percentuais sobre dívidas em dinheiro que excedam a taxa permitida por lei; a cobrança de ágio superior à taxa oficial de câmbio sobre quantias permutadas por moeda estrangeira; ou o empréstimo sob penhor que seja privativo de instituição oficial de crédito;

b) a obtenção ou estipulação, em qualquer contrato, de lucro patrimonial que exceda a um quinto do valor corrente ou justo da prestação feita ou prometida, abusando da premente necessidade, inexperiência ou leviandade da outra parte.

Por que a agiotagem é considerada crime?

A agiotagem é considerada um crime por várias razões. Ao cobrar juros abusivos de pessoas em situação de vulnerabilidade econômica, os agiotas estão cometendo atos ilícitos. Além disso, oferecer empréstimos com condições estipuladas por eles, sem respaldo judicial ou regulamentação, configura uma atividade ilegal.

Essa prática ocorre à margem das leis financeiras, pois o dinheiro é emprestado sem autorização do Banco Central e sob condições injustas e irregulares. Por isso, os agiotas estão sujeitos a penas que variam de dois a oito anos de prisão, além de multas.

Em alguns casos, os agiotas recorrem a táticas intimidatórias, como perseguir a família do devedor ou ameaçar tomar seus bens caso a dívida não seja paga dentro do prazo estipulado. Essas ameaças e práticas coercitivas tornam a agiotagem não apenas ilegal, mas também perigosa.

Como os agiotas costumam agir?

Os agiotas geralmente visam cidadãos que já se encontram em situações de fragilidade e desespero, incapazes de obter crédito por meio de canais regulares no mercado financeiro.

Nesses momentos de desespero, os agiotas se apresentam como uma solução rápida e fácil, oferecendo empréstimos sem exigir comprovação de renda e muitas vezes estabelecendo contratos de forma verbal.

Embora essa abordagem possa parecer uma solução imediata, ela pode rapidamente se transformar em uma armadilha financeira. Os agiotas frequentemente cobram taxas de juros exorbitantes, muitas vezes sem informar claramente os valores, e podem exigir bens como garantia do empréstimo.

Além disso, eles costumam convencer os devedores de que não têm outra opção senão recorrer a eles para obter dinheiro. E em casos de inadimplência, as consequências podem ser graves, incluindo ameaças, violência física e psicológica.

Portanto, é evidente que recorrer a agiotas é uma prática perigosa que pode resultar em sérios prejuízos financeiros e emocionais.

Joana Darc
Joana Darc
09/11/2023
muito gratificante bem atendida
vanuzia silva
vanuzia silva
20/10/2023
Sol Silva
Sol Silva
29/08/2023
Muito boa
josefa nayara rodrigues da silva
josefa nayara rodrigues da silva
17/07/2023
Rafael sousa
Rafael sousa
17/07/2023
fui orientado nas duvidas sobre o consignado, pois minha avó pensa em fazer um, atendimento acolhedor
Bruno Monteiro
Bruno Monteiro
17/07/2023
Fui muito bem atendido, a empresa é muito atenciosa e prestativa, agilizararam o que eu queria e resolveu o meu problema com muita rapidez.
Sabrina Dantas
Sabrina Dantas
17/07/2023
atendimento show
wanessa oliveira
wanessa oliveira
17/07/2023
maria
maria
17/07/2023
erika silva de melo
erika silva de melo
14/07/2023
Um ambiente acolhedor.

Formas legais de obter dinheiro

Para evitar recorrer a práticas ilegais como a agiotagem, é importante conhecer algumas alternativas legítimas para obter dinheiro quando necessário. Abaixo, listamos algumas opções:

1 – Saque do FGTS:
Se você possui saldo em contas ativas ou inativas do FGTS, pode optar pelo saque-aniversário. Essa modalidade permite sacar parte do saldo uma vez ao ano, no mês de aniversário. Na meutudo, oferecemos a antecipação do saque-aniversário, permitindo que você retire até 12 parcelas de uma só vez, sem a necessidade de comprovar renda e com o dinheiro disponível em menos de 24 horas!

2 – Renegociação de dívidas:
Caso suas dívidas estejam atrasadas, entre em contato diretamente com as empresas credoras e tente renegociar o saldo devedor. Se você possui empréstimos, fale com seu gerente e demonstre interesse em quitar a dívida, solicitando um refinanciamento. Muitas vezes, é possível reduzir o valor da parcela e os juros do contrato.

3 – Empréstimo consignado:
O empréstimo consignado é uma opção destinada a aposentados e pensionistas, oferecendo taxas de juros mais baixas em comparação com o crédito pessoal. Essa modalidade permite obter dinheiro de forma segura, sem depender de agiotas, pois as empresas são regulamentadas pelo Banco Central.

4 – Prudência:
Quando se está enfrentando dificuldades financeiras, pode ser difícil manter a calma e analisar todas as opções disponíveis de forma consciente. No entanto, é fundamental explorar apenas fontes legais e confiáveis de crédito. Com a meutudo, você pode obter dinheiro de forma rápida e prática, sem intermediários, por meio de um processo 100% digital e seguro, regulamentado pelo Banco Central e com tecnologia antifraude avançada para proteger suas informações.

Agora que você está ciente dos riscos da agiotagem, busque por alternativas legais e seguras para recuperar sua saúde financeira.